terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Os dez filmes da década


No próximo dia 31 de dezembro não termina apenas o ano, mas também uma década. E, diga-se de passagem, a primeira década dos anos 2000. Tempo para reavaliar conceitos, repensar padrões, fazer uma retrospectiva do quanto evoluímos e/ou involuimos nesses dez anos. E claro, também fazer as famosas listas dos melhores da década. Discos, músicas, filmes, livros... Pensando nisso, propus um desafio a dois amigos blogueiros, a jornalista Yorranna yorrannaoliveira.blogspot.com e o estudante de Comunicação Social Eraldo Paulino eraldopaulino.blogspot.com. Criar uma lista com os dez melhores filmes lançados na última década.
Como toda eleição de “lista de dez mais” que se preze a nossa também não faz nenhuma questão de ser democrática. É obvio que surgirão criticas, condenações, gente que discorda apenas por discordar, mas sinceramente. Que graça tem ser unânime?
A minha lista especificamente não segue nenhum padrão técnico, de estética, de superproduções cinematográficas ou originalidade. Apenas o quesito roteiro impecável. E o que todos esses filmes têm em comum? O fato de após sair da sala de cinema pensar: “Eu queria ter escrito isso”. Então vamos ao que interessa.
Em décimo lugar, o longa-metragem norte-americano Sobre Meninos e Lobos (2003) do diretor Clint Eastwood. Na nona posição o filme brasileiro Zuzu Angel (2006) de Sergio Resende. Em oitavo lugar o musical Across The Universe (2007) de Julie Taymor. Ocupando a sétima posição o clássico O Leitor (2009), do diretor Stephen Daldry, baseada no romance de Bernhard Schlink. Em sexto lugar, o brasileiro Cidade de Deus (2002) de Fernando Meirelles.
A quinta posição traz À Procura da Felicidade (2006), de Gabriele Muccino. Em quarto lugar O Segredo de s
eus Olhos (2010), do argentino Juan José Campanella. A terceira posição da lista fica com o filme Última Parada 174 (2008), do diretor Bruno Barreto. Em segundo lugar Os Sonhadores (2003) de Bernardo Bertolucci. E no topo da lista, Diários de Motocicleta (2004) de Walter Salles.
Dando sequencia ao desafio agora passo a bola para o Eraldo Paulino. Então caríssimo, qual a sua lista?

5 comentários:

  1. Caraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaca, véio!

    Só filme firme!

    Eu assisti quase todos esses e você acabou colocando um que caberia em minha lista...

    Mas tudo bem. Curti pra porra a tua lista.

    A bola tá comigo agora, né? Vamo lá!!!

    Abraços e beijos!

    ResponderExcluir
  2. À Procura da Felicidade e Última Parada 174: vi e aprovei.

    Gostei da idéia de vocês.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Minha lista de filmes, assim como a tua, é movida pela capacidade me emocionar.
    Então vamos aos meus comentários sobre cada filme:

    Sobre meninos e lobos – não é um filme que entraria no meu top-top, mas listas são extremamente pessoais. Gosto filme, mas não me exerce aquele fascínio e encantamento.

    Zuzu Angel – vale cada centavo pago no ingresso ou no DVD para ver e ter em casa. Uma bela história de amor, luta e esperança. Patrícia Pillar arrebenta na interpretação. Nem de longe lembra qualquer um de seus personagens na TV.

    Across The Universe- adoro esse filme. Tenho em ksa e fui em todas as sessões que ocorreram na estação das docas, cantava bem baixinho cada uma das músicas desse musical bem estilo nos 2000. E que imagens, nossa. Ele é fofo, é pop, é Beatles, enfim. Mas não entraria pra lista.
    Falta aquela capacidade de arrebatar, sabe?

    O Leitor- Filmaço pra ter na coleção de casa. Kate brilha em cena e rouba todos os olhares.

    Cidade de Deus – forte, tenso, chocante e com aquela incrível capacidade de desestabilizar qualquer visão de mundo mais cômoda. Uma tapa na cara do Brasil que fecha os olhos pra suas próprias entranhas.

    À procura da felicidade- lindo, lindo, lindo. Chorei, chorei, chorei. Palmas para Will Smith, aquele ator de comédia que mostra todo seu talento para o drama, uma incrível capacidade de nos emocionar. Aquela cena dele com o filho dentro do banheiro do metrô, sem ter para onde ir, o cara batendo do lado de fora, tentando abrir e ele tapando os ouvidos do filho para que o menino não escutasse nem entendesse o presente q a realidade lhe dava, é de rasgar o peito.

    O segredo de seus olhos – é o número um da minha lista. Decorei as frases que mais me tocaram, guardo na memória cada cena, cada diálogo. É aquele típico filme que te acompanha, que você compara com as cenas da tua vida. Oscar merecido.

    Última para 174 – eu não vi, apesar de saber toda a história. Podem bater em mim.
    Os sonhadores – o filme que me fez perceber o quanto eu gosto de cinema.

    Diários de Motocicleta – Depois do filme comecei a bolar planos de fuga da minha vida pequeno-pobre-burguesa. Quis ir com amigos desbravar a América latina, só que nos meus planos a moto virarava uma van, hehehe

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Como já disseram, listas são bem pessoais. Mas é uma monstruosidade escolher apenas 10 filmes em uma década, né? Alguns filmes são dignos de topo de lista. Com certeza os teus escolhidos não são filmes 'mais ou menos', mas esquecer outros filmes que mereciam as melhores premiações, e não somente o 'Oscar', pois lá o estilo ficção científica (daqueles feitos somente com cenério computadorizado e com a clássica cena que aparece a bandeira americana lá no fundo) são vencedores.
    Na minha lista eu incluiria um dos melhores filmes da década, 'Bastardos Inglórios' (2009), do Tarantino, é bem dirigido, bem interpretado (muito bem, na verdade), com ótima fotografia, jogo de câmera e roteiro impecável. Outro seria 'Em Busca da Terra do Nunca' (2004), de Marc Forster, com as maravilhosas atuações de Johnny Depp e Kate Winslet. Primeira e única vez que balbuciei um choro assistindo um filme (risos). E por fim, os memoráveis da saga 'Tropa de Elite', com o segundo superando as expectativas do primeiro. Wagner Moura, atua como jamais fez em qualquer outra produção, direção muito bem feita e um roteiro que joga em nossos rostos a verdadeira história de um país que precisa mudar urgentemente!
    É isso!! Espero ter colaborado bem com o post.
    Abraços e parabéns pelo blog!

    Brunno Gustavo!!
    @brunnogustavo

    ResponderExcluir