segunda-feira, 10 de maio de 2010

O novo "Pai dos pobres"


















"Nunca na história desse país tivemos um presidente tão popular". Essa frase, ou melhor, paráfrase, é do prefeito de Tomé-Açu, Carlos Vinícios, anfitrião da festa de lançamento do Programa Nacional de Oléo de Palma, no último dia 06 de maio, que contou com a presença do presidente Luís Inácio Lula da Silva . Apesar de não concordar com a política lulista de governar, tenho que admitir que o argumento do prefeito é verdadeiro. O atual presidente da República é extremamente pop. E realmente "O pop não não poupa ninguém", nem mesmo o Papa, como diz a canção dos Engenheiros do Hawai. A popularidade do presidente Lula é algo inexplicável. Mesmo sendo o governo que mais beneficiou os banqueiros e que mais fechou rádios comunitárias, a popularidade dele permanece inabalável.

Registrei toda essa aclamação popular de perto quando estive em Tomé-Açu. Juro que a frase que mais ouvir foi "Eu vi o Lula, agora tô satisfeito", ditas logo após um longo sorriso...Caravanas das mais diversas partes do Estado. Famílias inteiras fazendo filas quilométricas desde às 5h da manhã na frente do Parque de Exposições do município apenas "pra ver o homem"...

Os aplausos e gritos de "viva o Lula", assim que o presidente desceu do helicóptero, e a esperança nos olhos de muita gente, em pé, sem nenhum tipo de proteção solar, expostas ao calor escaldante do meio dia compuseram um espetáculo a La Getúlio. Mais um episódio que deixava claro quem assume agora o papel do novo "pai dos pobres" no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário